Visitar Ilha da Boavista com Crianças

Somos turistas que gostam de conhecer os sítios mais característicos nos países que visitamos.

Gostamos de conviver com os locais, de brincar com as crianças. Adoramos aquela sensação de liberdade que nos permite parar para fotografar algo que nos despertou atenção, ou simplesmente mergulhar numa praia paradisíaca.

É por estes motivos que preferimos partir à aventura sozinhos, ou recorrer a guias locais. Evitamos sempre que possível os tours de operadores.

Na Ilha da Boa Vista escolhemos o Sr. Emitério Lima (super recomendado nos grupos de viajantes), para nos guiar na sua terra natal. Pedi-lhe amizade no Facebook, combinámos valores e no dia e hora marcada lá estava ele com a sua pick up para nos proporcionar um dia memorável.

Foi uma aventura, os miúdos com 4 e 6 anos vibraram com a experiência.

Num dia visitámos várias aldeias e povoações. Fizemos sand board no Deserto de Viana e mergulhámos na praia de Santa Mónica. A adrenalina subiu com aventura de jipe nas áridas planícies da ilha. Almoçámos comida típica no aconchego da família do Emitério. No final do dia conhecemos o famoso barco encalhado na Praia Cabo Santa Maria e passámos pelos bairros de imigrantes de Sal Rei.

Voltámos ao Hotel Iberostar Club Boa Vista de noite!

Foi um dia rico em experiências únicas e trazemos memórias que ficam para sempre.

Barco Encalhado – Praia Cabo Santa Maria

Deserto de Viana

Rabil

Deserto Salgado

Praia de Santa Mónica

Povoação João Galego

Sal Rei

O povo cabo verdiano é muito amistoso, super calmo e sorridente.

No stress.